segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Atualizando a versão do Vim.

A versão preinstalada pelo Ubuntu é a versão tiny que não dispõe de uma série de recursos como suporte para linguagens como Ruby.

A versão dos repositórios apt do Ubuntu é desatualizada em relação ao site oficial Vim.

Um modo fácil de atualizar a versão do vim é usando os repositórios Subversion
do Vim.org.

Primeira vez - Baixar os fontes do vim

Instale os pacotes de desenvolvimento/dependencias necessários para compilar o Vim.
sudo apt-get build-dep vim-full

Instale as ferramentas de ambiente de build (gcc, etc).
sudo apt-get install build-essential fakeroot

crie um diretório para os fontes do vim
mkdir ~/.vimsvn

baixe a árvore de diretórios do repositório do sourceforge:
svn co https://vim.svn.sourceforge.net/svnroot/vim/vim7
será criado um sub-diretório vim7.

Configure o Vim.
Inspecione o Makefile (vim7/Makefile e vim7/src/Makefile) e anote quaisquer definições que você deseja usar.
Procure o comentário "Run configure with all the setting from above" para ver a lista de opções.
Colete-as num script bash (vimbuild-myenviro.sh) que as passarão como variáveis ambientais :
#!/bin/bash
export CONF_OPT_GUI='--enable-gnome-check'
export CONF_OPT_PERL='--enable-perlinterp'
export CONF_OPT_PYTHON='--enable-pythoninterp'
export CONF_OPT_TCL='--enable-tclinterp --with-tcl=tclsh8.4'
export CONF_OPT_RUBY='--enable-rubyinterp'
export CONF_OPT_MZSCHEME='--disable-mzschemeinterp'
export CONF_OPT_CSCOPE='--enable-cscope'
export CONF_OPT_MULTIBYTE='--enable-multibyte'
export CONF_OPT_FEAT='--with-features=huge'
export CONF_OPT_COMPBY='"--with-compiledby=email@nomail.com"'

Agora inclua as variáveis rodando o script com o comando "source". (o comando source usa o script criado para atualizar o ambiente para os scripts seguintes):
source vimbuild-myenviro
Rodar o script com o comando comum './vimbuild-myenviro.sh' não funcionará !

Compile:

cd vim/src

se houve mudança na configuração ou se os pacotes de desenvolvimento foram atualizados depois da última compilação:
make reconfig

Caso não mudou nada:
make

Instale
sudo make install

Agora chame o gvim e verifique a versão .
Mantenha o diretório .vimsvn para aplicar os próximos patches.

Atualizações com novos patches:
De tempos em tempos, o vim.org libera correções (patches). Agora fica simples incorpora-las.

Atualize os fontes no diretório .vimsvn:
cd ~/.vimsvn/vim7
svn update

Rode as atualizações dos pacotes desenvolvimento acima. Eles podem ter sido deletados ou atualizados.
Rode o script bash de opções do vim (source vimbuild-myenviro.sh)
Recompile (make reconfig)
Instale (make install)
Verifique a versão dentro do vim (:version)

Atualizando o runtime (vim scripts)
As atualizações dos vim scripts e linguagens não são postos no repositório Subversion.
Então , de tempos em tempos, mesmo sem patches, devem ser sincronizadas com o ftp usando o comando rsync.
Use:
cd ~/.vimsvn/vim/vim7
rsync -avzcP --delete --exclude="/dos/" ftp.nluug.nl::Vim/runtime/ ./runtime/
make -C src installruntime 2>&1 |tee installrt.log

0 comentários:

Postar um comentário