segunda-feira, 23 de março de 2009

O arquivo de startup do gvim

Quando o gvim inicia, ele procura por um arquivo .gvimrc.
Ele é similar ao .vimrc. Ele pode ser usado para definições e comandos que aplicam somente quando usando a versão gráfica do vim.

Por exemplo, usando a opção 'lines' para uma janela: :set lines=55 como isto não funciona em um terminal (o
tamanho é fixo) colocamos no .gvimrc.

O arquivo é procurado nos mesmos locais do arquivo vimrc, normalmente ~/.gvimrc.
A variável $MYGVIMRC recebe o local do gvimrc e pode ser usada assim:
:e $MYGVIMRC

Se não quiser usar o arquivo .gvimrc normal, inicie o vim assim:
gvim -U arquivo

Isto permite iniciar o gvim com diferentes tipos de edição. Voce poderia definir um outro tipo de fonte por
exemplo.

Para não usar nenhum arquivo de inicialização:
gvim -U NONE

0 comentários:

Postar um comentário